• Kate Chang

6 de Maio, 2021- Carta Aberta

Prezados Todos,


Recentemente, alguns designers parceiros disseram-me que receberam algumas mensagens anónimas; e nestas mensagens há rumores de que a YMYX está a cometer fraude com a intenção de vender os desenhos que os designers parceiros da YMYX nos estão a fornecer, com fins lucrativos.


Primeiro pensei que mesmo que estes rumores estivessem realmente a ser espalhados, acreditava que os nossos designers parceiros jamais acreditariam em tais rumores sem fundamento, porque no contrato que assinámos juntos, é muito claro que se fizéssemos tal coisa, isso equivaleria a uma violação das cláusulas relevantes do nosso contrato que proíbem YMYX de infringir os direitos de propriedade intelectual dos nossos designers parceiros; e a YMYX terá então de assumir severas sanções legais e financeiras. Ao mesmo tempo, acreditei na inteligência de cada um dos nossos designers parceiros, e que eles não seriam facilmente influenciados ou movidos por estes rumores infundados.


Houve mesmo um designer que me disse muito explicitamente, que estas declarações difamatórias foram de facto iniciadas por um determinado designer, porque conhecia muito claramente a forma de se comportar deste designer em particular. E o designer a que se referia é o mesmo designer de calçado que eu tinha mencionado numa carta aberta enviada anteriormente a todos os designers, o mesmo que me assediou sexualmente e que, nos bastidores, e utilizando meios que faltam em qualquer tipo de ética e moralidade profissional, obteve os emails privados que a YMYX trocou com a fábrica com que o tínhamos alocado para um teste de fábrica, incluindo a obtenção do conteúdo do "Non-Disclosure and Manufacturer Evaluation Agreement", que a YMYX tinha assinado com esta fábrica.


O designer que me notificou deste facto pediu-me vivamente que escrevesse uma carta aberta para esclarecer esta situação, porque muitos designers já tinham sido negativamente afectados por estes comentários anónimos e agora tinham fortes dúvidas e confusão.


Na realidade, suspeitei que este designer agiria desta forma porque já lhe tínhamos dito muito claramente que as suas acções anteriores, que violavam a ética profissional, já tinham abalado completamente a nossa base de confiança, e por causa disso, seria muito difícil para nós encontrar fábricas com as quais nos sentiríamos confortáveis e à vontade para trabalhar com ele. Expressei isto claramente, e nestes poucos meses que se seguiram, embora ele tenha escrito cartas para me pedir desculpa quase de dois em dois dias, afirmando que chorou tantas lágrimas, ao mesmo tempo, também fez ameaças veladas contra mim muitas vezes nas mesmas cartas que me enviou. Ele insinuou-me mais de uma vez nos seus e-mails que a YMYX não será capaz de assegurar parceiros de fábrica em Itália sem ele, porque na indústria do calçado em Itália, ele tem uma influência decisiva; e até insinuou que muitos designers assinaram contratos com a YMYX apenas porque foram influenciados por ele para cooperar connosco. Mas no final, ainda assim optei por acreditar que mesmo que este designer tivesse criado rumores, seria impossível que os nossos designers parceiros fossem tão facilmente afectados por estas mentiras que não têm qualquer base.


Além disso, já estamos actualmente a fazer testes de fábrica para os designers parceiros, e também a avançar dentro do prazo para conduzir pesquisas de mercado na China, para as nossas marcas parceiras. Não tenho realmente tempo para escrever uma carta aberta apenas para fazer estes esclarecimentos desnecessários, porque, por um lado, o meu trabalho é extremamente carregado todos os dias, e também não quero que tais cartas tenham impacto no tempo do designer, porque eles também estão muito ocupados a preparar-se e a submeter-se ao trabalho de pesquisa de mercado e testes de fábrica.


Mas hoje, recebi um e-mail de uma das nossas designers parceiras e esta carta me fez sentir a seriedade da situação. Neste e-mail, ela escreveu:


(Versão original em inglês)


(Versão traduzida em português)


"Cara Kate, É claro que seria um prazer continuar a trabalhar com você.

No entanto, tenho sido contactada por vários outros designers que mencionam comportamentos ameaçadores inusitados, bem como tentativas de manipulação e por isso começam a ter sérias dúvidas sobre o projecto. De facto, as coisas estão a virar-se para a possibilidade, caso estas preocupações se tornem ainda mais evidentes, de eu poder iniciar um processo judicial contra YMYX por fraude. Este projecto poderia esconder o facto de que existe um plano para vender a totalidade ou parte dos desenhos feitos pelos designers a grupos industriais para seu benefício pessoal. Solicitaria então também à YMYX o reembolso de todas as despesas incorridas pelo meu lado ligadas ao projecto. Contactarei também mais designers do projecto relativamente a estas preocupações.


Portanto, mais uma vez, se todas estas preocupações não forem válidas, isso seria uma boa notícia. E tenho a certeza que gostariam de me mostrar claramente que estas preocupações não são razoáveis, apresentando o back office e o seu funcionamento em pormenor e encontrando uma solução para fazer a comunicação com uma fábrica através do seu back office, talvez não com uma nova fábrica, mas com uma fábrica que já foi aceite e que assinou um contrato detalhado com a YMYX. Se não houver nenhuma fábrica que tenha sido aceite após 2 ou 3 anos desde o início do seu projecto, então é claro que eu compreenderia, e prefiro esperar até que aceite algumas fábricas a fim de avançar.


Os meus melhores cumprimentos,”

Realmente não pensei que comentários anónimos e rumores infundados tivessem realmente funcionado em influenciar tantos outros. Depois de ler este e-mail, fiquei muito consternada e triste; e achei difícil de acreditar, porque na comunicação que tivemos anteriormente com esta designer parceira, foi sempre muito amigável, suave, e confiante. Foi então que de repente me apercebi que as cartas que tinha recebido desta designer recentemente, tinham mudado de tom, e as sentia bastante diferente de antes; acontece que isto se deveu ao facto de ela ter sido influenciada por estes rumores. Para ser franca, senti uma grande dor no meu coração que a confiança e compreensão que estabelecemos após uma comunicação tão longa, podia tão facilmente ser quebrada por calúnias surgidas do nada. Ao mesmo tempo que me sentia aflita com isto, também me senti desamparada, zangada e incapaz de compreender. Depois de receber esta carta, respondi imediatamente como se segue: (Versão original em inglês)

(Versão traduzida em português) “Olá REMOVIDO Obrigada pelo seu e-mail. Suspeito claramente que está a usar calúnias e especulações completamente infundadas como desculpa para racionalizar a sua recusa em seguir o contrato, e isto é totalmente inaceitável. Você diz: "Tenho sido contactada por vários outros designers que mencionam comportamentos ameaçadores inusitados, bem como tentativas de manipulação e por isso começam a ter sérias dúvidas sobre o projecto". Antes de mais, nunca ameaçámos nenhum designer parceiro; naturalmente, incluindo você mesma. Prometo que se você, ou qualquer designer, puder fornecer provas concretas de que estou de facto envolvida em qualquer "comportamento ameaçador inusitado", fecharei imediatamente a minha empresa e farei um pedido de desculpas público nos meios de comunicação, e assumirei a responsabilidade legal pelo meu comportamento. Mas se você, ou algum dos designers que supostamente a contactaram, não puder fornecer tais provas concretas, estará disposta a pedir desculpa publicamente à YMYX? Se estiver se referindo ao facto de lembrarmos a alguns designers que o seu comportamento pode violar os termos do contrato, e etiqueta isso como "ameaça", então posso considerar o que me disse na sua carta quando escreveu "De facto, as coisas estão a virar-se para a possibilidade, caso estas preocupações se tornem ainda mais evidentes, de eu poder iniciar um processo judicial contra YMYX por fraude" uma ameaça também? Você diz: "Este projecto poderia esconder o facto de que existe um plano para vender a totalidade ou parte dos desenhos feitos pelos designers a grupos industriais para seu benefício pessoal". Esta è uma invenção completa e total e sem qualquer tipo de base. Prometo que não importa se é no passado, ou agora, ou no futuro, e não importa onde no mundo, se a YMYX ou eu própria, for encontrada que vendeu algum dos desenhos dos nossos designers parceiros ou se for encontrada mesmo que vendeu algum dos desenhos fornecidos à YMYX por aqueles designers que estiveram em comunicação connosco mas com quem não trabalhámos, a qualquer pessoa ou empresa, a YMYX está disposta a pagar $2 milhões em penalidades a cada designer, estou também disposta a assumir responsabilidade legal pessoal, e ao mesmo tempo, prometo também pedir desculpa publicamente nos meios de comunicação e encerrar imediatamente a YMYX. Sairei para sempre da indústria de investimento, e esta promessa é válida para sempre. Diz que, se tivermos violado o contrato, iniciará um processo judicial. Em relação a isto, estou inteiramente de acordo. Se de facto fizemos estas coisas que faltam em ética, violando a lei e o espírito do contrato, então é claro que nos deve processar. Ao mesmo tempo, se você ou qualquer designer que tenha assinado o contrato violar o contrato, então nós também temos o direito de iniciar um processo judicial. Neste ponto, como ambos somos signatários do contrato, para ambos os lados os direitos, interesses, responsabilidades e obrigações legais são os mesmos. Relativamente aos testes de fábrica, expliquei claramente e expressei o meu ponto de vista já no meu último e-mail, não me vou repetir. O facto de não estar disposta a submeter-se a um teste de fábrica, é totalmente irrazoável. Mesmo que esteja preocupada com o facto de a YMYX ir vender os seus desenhos para fins lucrativos, deixe-me apenas perguntar-lhe, um teste de fábrica com apenas 3 esboços, acha realmente que vou vender estes 3 esboços? Ao mesmo tempo, por favor, compreenda, se não passarmos pelo teste de fábrica e fizermos directamente encomendas de produção quando entrarmos oficialmente no mercado, é possível que porque você e a fábrica não passaram pelo processo de se entenderem e ajustarem um ao outro, não serão capazes de trabalhar em conjunto sem problemas e isso causará atrasos na entrada da marca no mercado. Além disso, quando empurramos a sua marca para o mercado, temos muito trabalho preliminar a fazer; e mais uma vez porque não é capaz de trabalhar sem problemas com a fábrica, pode causar atrasos que, por sua vez, podem também levar este investimento preliminar e o trabalho que fizemos a sofrer perdas. Em última análise, existe também a possibilidade de a reputação da YMYX ser prejudicada aos olhos dos consumidores como consequência. Isto é muito pouco profissional, e também não é aceitável. Pedimos-lhe que coopere com a fábrica para testar a sua capacidade, e que se habitue à comunicação e processos de trabalho entre si e a fábrica; esta é uma forma mais do que normal de trabalhar, e não acreditamos que tenhamos feito algo de errado ou que, ao fazê-lo, tenhamos violado os termos do contrato. Tudo o que preciso de explicar, já expliquei. O que queres fazer é contigo. Tal como disse anteriormente, se não receber a sua resposta, ou se não aceitar a minha explicação, atribuiremos a fábrica que tínhamos preparado para si a outro designer que está à espera de ser alocado. E como disse anteriormente, quaisquer consequências que daí resultem, a responsabilidade não é da YMYX.”

Confio no fato que todos os designers concordem que este tipo de criação e divulgação de rumores, não deve ser tolerado. Quero afirmar claramente aqui, e formalmente, que neste momento não confirmámos nenhuma pessoa em particular, nem temos ainda provas concretas para provar quem está de facto a espalhar estes rumores, no entanto, iremos, o mais rapidamente possível, envidar os nossos maiores esforços para recolher provas relevantes, e espero que qualquer designer que ouça ou receba este tipo de rumores, não importa se são anónimos ou conhecidos, ou os veja online, se estiver disposto a fazê-lo, então, por favor, envie-nos estes comentários. Também nos comprometemos a manter a confidencialidade da sua partilha. Assim que tivermos provas concretas suficientes, tomaremos medidas legais contra qualquer pessoa que esteja a fazer rumores e difamação. Por este meio, prometo solenemente que o conteúdo do e-mail que escrevi a esta designer acima, e as promessas que fiz, são também promessas que faço a qualquer um dos nossos designers parceiros, ou àqueles que estão à espera de assinar o contrato, ou mesmo àqueles designers com quem não avançámos, mas que nos enviaram designs no passado, e estas minhas promessas serão válidas para sempre. Também quero dizer que para aqueles designers que foram afectados pelos rumores ou comentários de designers anónimos ou quaisquer outros designers, e que em consequência disso espalharam um rumor no passado, não vamos perseguir a responsabilidade legal nestes casos. Mas hoje, depois de publicar esta carta aberta, se ainda houver designers que, sem terem quaisquer provas, continuem a criar rumores ou a espalhá-los, difamem a nossa empresa, ou a mim própria, então, independentemente de quem for a influência que possa ter sido a causa desta acção, acreditaremos razoavelmente que este designer está a agir de propósito para espalhar rumores, e definitivamente não toleraremos estas acções. Finalmente, também quero avisar aqueles que estão a criar rumores, por favor não assumam que só porque o estão a fazer anonimamente, e bloquearam o vosso endereço IP, podem evitar a responsabilidade legal. No mundo moderno e tecnologicamente conhecedor de hoje, este tipo de comportamento desprezível será definitivamente descoberto, e não pouparemos esforços; encontraremos o endereço IP e para onde os rumores estão a ser enviados, e usaremos métodos legais para provar quem é o proprietário do endereço IP, e fazer que aqueles que espalham e criam falsos rumores recebam o seu julgamento perante a lei, juro-o. O inglês é a versão oficial do meu texto, e passarei a versão traduzida em breve, se necessário. Melhores cumprimentos, Kate Chang

CEO

Recent Posts

See All

Aviso:

Agradecemos a todos por se terem interessados e terem apoiado a YMYX durante todo este tempo. Com excepção dos designers com os quais já...

11 de Maio, 2021 - Última Carta Aberta

YMYX - Para os nossos designers parceiros - Por favor leia Caros Todos, Este e-mail que vos enviei é muito longo, mas é muito importante. Por favor, assegurem-se de ler atentamente. No dia 6 de Maio,

goinghome.gif